Justiça da Comarca de Princesa Isabel lançará campanha para reduzir suicídios na região

09 dezembro 2015

Juízes Michel Amorim e Andreia Matos falam sobre a campanha preventiva Considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) um problema de saúde pública que mata uma pessoa a cada 40 segundos em todo o mundo e, no Brasil, segundo dados oficiais, 24 pessoas diariamente tiram a própria vida, o suicídio é também uma preocupação do Poder Judiciário da Comarca de Princesa Isabel.

O crescimento do número de tentativas e ocorrências de suicídio nos municípios de Princesa Isabel, Manaíra, São José de Princesa e Tavares, levou a juíza Andreia Matos Teixeira, diretora do fórum judiciário local, a realizar na tarde desta quarta-feira 98) uma reunião com representantes de diversos segmentos oficiais e da sociedade civil.
O encontro, que aconteceu na sala do tribunal do júri, às 13h, visa agregar ações coletivas de prevenção ao suicídio, a partir da formação de uma ampla rede articulada dos poderes nas diversas esferas. A campanha proposta pelo Judiciário tem como objetivo maior reduzir a escalada de suicídios, principalmente entre adolescentes e jovens.
Durante a reunião, a juíza explicou que a finalidade é realizar uma ampla campanha permanente envolvendo toda a rede de proteção social, unidades de saúde mental (Caps), hospitais, imprensa, UPA, Conselhos Tutelares, escolas, câmaras municipais, Ministério Público, Polícia Militar, Igrejas, Prefeituras, OAB, CDL, Alcoólicos Anônimos, além de outros órgãos e várias entidades civis, numa ação concatenada.
“É um assunto delicado, que exige uma abordagem técnica, com profissionais qualificados, visto que deve ser tratado com uma visão multidisciplinar, e que precisa ser levado às escolas, às famílias em geral, através de ações pontuais e coletivas que resgatem plenamente a valorização da vida”, destacou.
Num primeiro momento, ficou definido que os municípios indicarão nomes para formação de um grupo técnico de trabalho que terá autonomia para propor e elaborar ações para prevenção, atendimento e acompanhamento dos casos, que serão monitorados pela Justiça.
“Em abril, após toda a sistematização das equipes com suas estratégias de enfrentamento do problema, levaremos a campanha à sociedade, que não será pontual, mas permanente, até revertermos significativamente esse quadro preocupante”, afirmou a juíza.
Coordenada pela juíza diretora do fórum, a reunião contou ainda com a participação do juiz Michel Rodrigues de Amorim e do promotor de Justiça Thomaz Ilton Ferreira dos Santos.
via,Blog do Jose Duarte Lima

Blog do César Silva
Ceritell / Banda larga para empresa/residência Link dedicado
(83) 9996-5024 Tim
(839628-3434 Tim
(819622-6915 Tim
www.ceritell.com.br 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


 
Copyright © 2016. Blog do César Silva .
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by César Silva.
Creative Commons License