Dr. Rivaldo: Eu não subo no palanque de quem não tem compromisso com Princesa

24 novembro 2014

No Agora é a Hora de Sábado (22) recebemos (Júnior Campos e Alberto Ribeiro) Dr. Rivaldo, advogado e político filiado ao PSOL. Rivaldo disputou, no último pleito, uma cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba, não foi eleito! Mas, em Princesa obteve mais de 1800 votos, uma surpresa! Hoje, Rivaldo é cortejado pelas principais lideranças políticas do município. Aqui no blog, vejam trechos da participação de Rivaldo no Programa.
Alberto Ribeiro: Qual o palanque o Sr. Não subiria em de forma alguma em Princesa?
Eu não subo no palanque de quem não tem compromisso com Princesa, certo? Então estas seriam as pessoas, com as quais eu jamais subiria em um palanque em Princesa Isabel. A gente tem observado que Princesa Isabel tem dado uma resposta muito objetiva as pessoas que não tem compromisso com o nosso município. Então, assim como na campanha passada para deputado...nós estivemos ao lado do povo, junto com o povo! Foi uma das vitórias consagradas em Princesa Isabel e estamos felizes por estarmos distantes dos dois grupos que compõem a Política de Princesa...por isso não dá pra enumerar! Nos dois grupos existem pessoas excelentes, com as quais nós poderíamos sem sombra de dúvidas andar ai de braços dados, como também dos lados existem pessoas que de forma nenhuma não deveria andar, certo?
Júnior Campos: Dr. Aledson nos revelou que o Sr. poderá ir pra PSB, existe a possibilidade?
Eu estive durante dois anos à frente do Orçamento Democrático Estadual, como gerente na região isso graças à confiança que foi depositada pelo governador Ricardo Coutinho. Afastamo-nos, porque íamos assumir duas procuradorias, uma em Tavares outra em Jurú, que impediriam o exercício da atividade, como gerente. Nós tínhamos realmente essa intenção de nos filiarmos ao PSB, e não foi feito essa filiação por conta dessa possibilidade de Aledson Moura ser candidato a deputado, o que não seria viável que saísse daqui de Princesa, dois candidatos.
Alberto Ribeiro: Aquém o Sr. atribui os mais de 1800 votos obtidos em Princesa?
Uma conjuntura política de uma campanha para deputado é totalmente diferente de uma conjuntura política para uma campanha local, nós temos consciência disso! Agente atribui esta votação as atividades sociais que vínhamos desenvolvendo ao longo de 22 anos.
Júnior Campos: Reportagem do jornal O Globo  informa que, dos 27 governadores eleitos em outubro, 18 respondem a ações, as chamadas Ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJEs), tipo de processo judicial que determina imediata cassação de mandato em caso de condenação. O governador Ricardo Coutinho é segundo desta lista, o sr credita que ele terá o mandato cassado?
Olha, sem dúvida! As ações estão ai pra serem investigadas, porém é uma prática corriqueira...são denuncias de práticas irregulares durante o período eleitoral, e isso é comum acontecer! É mais uma questão midiática, questão de imprensa; para mostrar o público que existes ações contra determinados candidatos, mas ao longo da história pelo menos as  Ações de Investigação Eleitoral, elas não tem tido resultado de um percentual elevado, de cada 100 você tem dois resultados...agora sim, toda ela é passível sim de um resultado contrário aquém está sendo investigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


 
Copyright © 2016. Blog do César Silva .
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by César Silva.
Creative Commons License